Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

Se cada dia cai

Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência.



Pablo Neruda (Últimos Poemas)

sinto-me:
tags: ,

publicado por picarota310172 às 17:16
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De V.A.D. a 28 de Fevereiro de 2007 às 21:06
A paciência e a perseverança são ferramentas importantes na máquina da vida, cheia de complexidades e imprevisibilidades...
Um poema simples e simultaneamente profundo... :-)

Cumprimentos


De picarota310172 a 1 de Março de 2007 às 15:04
Tal como tudo o que é do Pblo Neruda, não é?
Obrigado pela visita!
Um abraço.


De sara fernandes a 1 de Março de 2007 às 18:44
Muito obrigada pela visita! Já resolvi o problema dos comentários... E podes crer que vou voltar sempre a esta tua "casinha"!!!


De picarota310172 a 2 de Março de 2007 às 18:26
És muito bem vinda!
Um beijinho e um excelente fim de semana.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 17 seguidores

.tags

. todas as tags

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.arquivos

. Janeiro 2008

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006